Apesar de estarmos na mesma tempestade, não estamos no mesmo barco. A Pandemia bateu de um jeito diferente em cada um de nós. Exaustos, seguimos agarrados ao único fio de esperança que existe: a vacina. Ela vai chegar, mas até lá, a gente precisa exercer a paciência e ativar o “silenciar este perfil” no instagram.

Tenho para mim que, quem inventou a função silenciar no instagram deve meditar. A função, que permite silenciar conteúdos e @, é a verdadeira benção em tempos pandêmicos. Já que sair dando unfollow pode gerar torta de climão, silenciar permite que você não tenha notícias daquele determinado perfil. Não parece uma boa ideia? Pois eu digo, é.

A Pandemia, que já dura mais de um ano, mostra diariamente como a nossa sociedade lida com um assunto coletivo, e de extrema gravidade, como esse. O instagram escancarou as escolhas e os valores das pessoas. Tem quem não esteja nem ai e tem quem se preocupe em ser minimamente responsável por lá. O esporte, claro (!), não ficou de fora.

Sou uma esportista apaixonada por esportes outdoor. Sinto uma falta imensa de viver o mundo lá fora. Trilhas, cachoeiras, viagens, escalada, corrida, pedal, sup, surfe, enfim, minha saudade tem muitas modalidades. Abracei o essencial, e pude escolher ficar no conforto do meu lar até tudo isso passar. Tamanho são meus privilégios, moro em um bairro tranquilo e arborizado que permite boas caminhadas com a minha cachorra e alguns treinos de corrida na rua – ambas as saídas, de máscara, claro.

Mas basta andar um pouco para ver gente com máscara no queixo, na mão ou até mesmo sem máscara. Não é diferente ali no mundo instagram, é rolar feed, story e reels, que sempre pinta alguém fazendo a “terapia do dia” sem o devido cuidado, e pior, deixando registrado nas redes o que faz. Gente com alguns milhares de seguidores, que fala de saúde, bem estar, conexão, gratidão…

IMAGEM: GETTY IMAGENS SIGNATURE

Gente que não usa máscara para treinar durante o pedal, ou que marca treino com os amigos e cria uma pequena aglomeração na ciclovia. Gente que até outro dia falava sobre saúde, alimentação e agora, alienação. Silencia.

Silencia pela sua saúde mental. Silencia por que é o tipo de gente que podemos escolher não conviver. Silencia por que saúde é coletivo, não individual. Silencia por que esporte individual é… esporte individual. Silencia. E se achar que deve, unfollow! Sem dó.

Esporte e atividade física são essenciais, concordo! Sair e treinar ajuda a segurar as pontas, cuida da ansiedade, da imunidade, faz um bem danado, mas, tudo isso tem que ser com responsabilidade, atenção e principalmente, empatia.

Vai passar e logo, logo a gente vai poder se encontrar, vai poder treinar, vai poder beijar, abraçar e aproveitar a normalidade que nos cabe. Por hora, vai sair para treinar? Vai de máscara, vai sozinho, vai em horário alternativo. Saúde mental é importante, mas nesse momento também precisamos pensar no coletivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like
Leia mais

ANA MARCELA CUNHA É BRABA

O que eu mais gosto como jornalista é contar histórias. Melhor ainda é poder se inspirar de alguma forma com essas histórias. Eleita melhor do mundo pela FINA seis vezes (!) e muito longe de receber o reconhecimento que deve pela mulher incansável que é: Ana Marcela Cunha é braba.