Dance como se ninguém estivesse te olhando – você já deve ter ouvido essa frase alguma vez na vida. Para muitas pessoas, o simples fato de saber que poderão ser observadas fazendo alguma atividade física as inibe de realizá-las. 

Uma das grandes razões que muitas pessoas não praticam atividades físicas é a vergonha. Vergonha de virar piada, vergonha de falhar, vergonha do corpo exposto. Muitas pessoas já deixaram de frequentar academias por conta dos olhares tortos. Deixaram de vestir a roupa de banho, deixaram de cuidar da própria saúde por conta da sua aparência ou falta de habilidade.

O fato de o movimento da positividade corporal ter crescido foi importantíssimo para ampliar a representatividade de pessoas fora do padrão em espaços de esporte, lazer e moda. Se eu me identifico, eu vou. Se alguém parecido comigo faz, eu também posso fazer. Óbvio que para isso é necessário um esforço coletivo e inclusivo, mas que já deu grandes passos. 

O termo fitness ainda é muito usado como referência a um estilo de corpo e de vida que o mantêm em forma, ou seja, num padrão magro, não necessariamente saudável. Mas isso tem mudado nos últimos tempos e ganhado um novo significado de que ser fitness é estar em movimento e em busca de melhor qualidade de vida independente da sua forma física.

Outra questão é a vergonha de falhar. As pessoas nas redes sociais postam muito mais seus acertos do que seus erros. Ninguém quer se expor e mostrar aos outros suas vulnerabilidades. Precisamos de um lembrete de que não precisamos ser bons em todas as atividades, nossos hobbies não precisam ser nossos maiores talentos – a não ser que você queira chegar às Olimpíadas. 

Por isso, mesmo na pós-pandemia, muitas pessoas continuam praticando atividades físicas em suas casas com professores ou plataformas virtuais. De um lado é ótimo pois não deixou de fazer a atividade, por outro lado não enfrenta ocupar os espaços e as atividades que são de direito de todos. Mas cada um no seu tempo…

Faça da aceitação um exercício diário, assim como sua atividade física seja lá qual for. Todo mundo pode ser fitness. Todo mundo tem o direito de pertencer a esse mundo e se divertir nele. Portanto, sejamos todos sem vergonhas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.